Um procedimento frequente em Cirurgia Plástica é a blefaroplastia, isto é, a plástica das pálpebras. O objetivo principal, nestes casos, tem sido o de remover excessos de pele, que produzem dobras desagradáveis. Também são retiradas bolsas gordurosas, em especial das pálpebras inferiores.

Embora tais objetivos continuem válidos, as plásticas palpebrais aumentaram muito sua abrangência. Hoje, pode-se fazer um verdadeiro ‘lifting’ através das pálpebras inferiores, assim tratando a flacidez e a queda dos tecidos do andar médio da face. Por meio de técnicas altamente especializadas, cirurgiões plásticos qualificados e experientes podem produzir melhoras que, até há alguns anos atrás, eram impensáveis. Também a região periorbital (onde se manifestam os ‘pés-de-galinha’) pode, em casos específicos, ser tratada. De modo análogo, através das incisões nas pálpebras superiores outros problemas podem ser abordados. É o caso da queda e das coleções gordurosas das sobrancelhas (corrigíveis quando se removem excessos de pele superiores).

Com estas técnicas avançadas, os benefícios propiciados pelas blefaroplastias são bem maiores do que já foram no passado.

Anúncios